Vermelho e Azul (SP)

SOLICITE SEU ORÇAMENTO

A CBR 1000RR-R FIREBLADE EM DETALHES

CONCEITO

A adição de mais um “R” nesta motocicleta, a tornando a primeira “Triple R” da história, não é um mero detalhe. A letra “R”, referência marcante das motocicletas mais esportivas da Honda, construídas com as mesmas tecnologias dos modelos de competição da marca, encontra na nova CBR 1000RR-R Fireblade SP uma definição nunca antes alcançada na família CBR, aproximando-a de motocicletas lendárias como o protótipo multi-campeão RC213V, pilotado por Marc Márquez no MotoGP e a RC213V-S, utilizada pela marca em competições de rua como a Isle of Man TT.

CICLÍSTICA

Em uma motocicleta esportiva, o piloto busca se encolher e se integrar ao máximo com a motocicleta para diminuir a resistência do ar que interfere na pilotagem. A nova carenagem da CBR 1000RR-R Fireblade SP apresenta agora novas aletas laterais, uma entrada de ar frontal e vincos aerodinâmicos que possibilitam uma postura extremamente agressiva, tornando o conjunto piloto e moto o mais compacto da categoria. Essa combinação, testada exaustivamente no túnel de vento, atua para minimizar a resistência do ar, evitando a perda de aderência da roda dianteira durante as acelerações e melhorando a estabilidade nas frenagens.

ENTRADA DE AR FRONTAL

A área da abertura é equivalente à Honda RC213V, oito vezes campeã da MotoGP, que proporciona a maior potência entre as motocicletas Honda da categoria 1.000cc. Esse design faz com que o sistema que fornece alta pressão do pistão permaneça estável em qualquer velocidade. Para favorecer a performance e reduzir impacto na maneabilidade devido a permanência de ar na entrada do duto, um “turbulador” foi instalado, maximizando a eficiência do ar durante a pilotagem.

FREIOS BREMBO

O sistema de freios conta com disco duplo flutuante de 330 mm com montagem radial da na dianteira, combinado com um disco simples de 220 mm na traseira. Além das pinças de freio Stylema, a alavanca de freio também é fornecida pela marca Brembo ® para oferecer um desempenho de frenagem abrangente ao piloto da CBR1000RR-R Fireblade SP.

CORNERING ABS

Ao longo das curvas, o Cornering ABS controla a força de frenagem ideal a ser aplicada na roda, considerando o ângulo de inclinação medido pelos sensores do IMU, a desaceleração da moto e a taxa de deslizamento das rodas dianteira e traseira. Além disso, essa funcionalidade tem um setting pensado para as pistas, proporcionando uma melhor frenagem em superfícies inclinadas e ajudando a manter o traçado nas curvas, o que traz mais segurança e performance na pilotagem.

WHEELIE CONTROL

Conectado ao módulo do IMU, o Wheelie Control é uma tecnologia que previne uma empinada involuntária da motocicleta em largadas e ganhos rápidos de velociade, monitorando a intensidade da aceleração e modulando o torque para manter a roda dianteira sempre em contato com o solo. Para um ajuste mais refinado da motocicleta, o Wheelie Control oferece, além da opção “desligado”, três níveis de atuação, em que o nível 1 permite a elevação intencional e o nível 3 mantém ativamente a roda dianteira no chão.

SUSPENSÃO ELETRÔNICA

A CBR 1000RR-R Fireblade SP apresenta a segunda geração do garfo NPX controlado eletronicamente, desenvolvido pela Öhlins. Nesse novo modelo, a força de amortecimento é mais estável, o que melhorar a absorção de impactos, além de garantir mais estabilidade e segurança durante a frenagem. O conjunto de suspensão e amortecedor dianteiro oferece 3 níveis diferentes de regulagem, podendo ser configurados a qualquer momento e conforme o tipo de pilotagem que se deseja, seja para um passeio ou um track-day.

POTÊNCQUICKSHIFTERIA

Item de série na nova CBR 1000RR-R, o quickshifter permite ao piloto trocar as marchas para cima ou para baixo sem usar a embreagem e sem nem sequer aliviar a mão no acelerador, além de garantir melhor performance com uma menor perda de giros no motor.

RODAS E PNEUS

Projetada para a máxima performance nas pistas, a nova CBR 1000RR-R Fireblade SP é equipada com novas rodas de liga forjada aro 17” na dianteira e na traseira, calçadas com novos pneus Pirelli Diablo Supercorsa.

CHASSI LIVRE

O chassi da CBR 1000RR-R Fireblade SP é o mesmo dos modelos para competição. Seu novo quadro, em alumínio leve, tem seções de parede de 2 mm de espessura, com rigidez vertical e de torção aumentadas em 18% e 9%, respectivamente, e rigidez horizontal reduzida em 11%, refletindo na melhor experiência de pilotagem e no desempenho.

MOTOR

A CBR 1000RR-R Fireblade SP chega com um motor 4 tempos DOHC de 1000 cc e 4 cilindros em linha totalmente novo, sendo desenhado pela Honda, em conjunto com a HRC (Honda Racing Corporation), para atingir uma performance que se assemelha aos modelos utilizados pela marca na MotoGP (categoria principal do Campeonato Mundial de Motovelocidade) e o WSBK (Campeonato Mundial de Superbike). A nova versão do motor tem torque máximo de 11,5 kgf.m a 12.500 rpm e uma potência de impressionantes 216,2 cv a 14.500 rpm.

COMPONENTES

O uso de componentes leves e soluções específicas da motovelocidade possibilitaram o aumento da potência e do torque máximo, mantendo o mesmo tamanho de motor. Ao usar o mesmo diâmetro e curso (81 mm x 48,5 mm) da Honda RC213V, oito vezes campeã na MotoGP, elevamos a liberdade do motor, a alta potência e a facilidade de controle para um novo patamar, resultando em uma incrível experiência de pilotagem.

PISTÕES

O desempenho excepcional do novo motor o torna o mais potente construído pela Honda para uma motocicleta esportiva de rua, definindo o carácter único dos 4 cilindros em linha. Os pistões forjados em alumínio A2618, a mesma matéria-prima aplicada na Honda RC213V, são mais uma grande novidade dessa versão da CBR 1000RR-R Fireblade SP. Agora, cada pistão é cerca de 5% mais leve em comparação ao da CBR 1000RR, no entanto, o seu diâmetro é maior.

REFRIGERAÇÃO BYPASS

O sistema exclusivo de refrigeração bypass inferior integrado da Honda envia o fluido de resfriamento de maneira diferente na parte superior e inferior do cilindro. Como a parte superior precisa de mais resfriamento do que a inferior, a tecnologia elimina a mangueira externa do bloco de cilindros, garantindo que o fluido de arrefecimento que sai do radiador circule para as áreas que precisam ser mais arrefecidas. Com essa solução, a diferença de temperatura em diferentes locais nos furos do cilindro torna-se menor, de modo que os furos são menos distorcidos, reduzindo o atrito e o desempenho do chicote.

ADMISSÃO

O conjunto de admissão também incorpora um ângulo de válvula de admissão super estreito de 9 graus, sendo 2 graus mais estreito do que na CBR 1000RR. Essa mudança melhora a eficiência da ventilação dentro da porta de admissão em aproximadamente 2%, contribuindo para maior saída de energia e o inconfundível “som” de exaustão da CBR.

EXAUSTÃO

O escapamento da CBR 1000RR-R Fireblade SP foi desenvolvido em conjunto com a Akrapovič, empresa eslovena referência mundial em sistemas de exaustão para motocicletas. Esse componente é fabricado em titânio, o tornando mais leve, e o seu design contribui para a centralização de massa da motocicleta. Uma válvula especial no escapamento ajuda a aumentar o torque em rotações mais baixas e eleva a potência em rotações mais altas.

ALETAS AERODINÂMICAS

A CBR 1000RR-R Fireblade SP vem com componentes que geram uma força de sustentação altamente eficiente para encarar qualquer competição. O sistema conta com 3 inéditas asas instaladas em cada um dos dutos dos lados direito e esquerdo para garantir a melhor aerodinâmica, especialmente nas altas velocidades.

NOVA CARENAGEM

Para diminuir a resistência do ar na parte traseira da CBR 1000RR-R Fireblade SP, a carenagem inferior foi estendida até perto do pneu traseiro. Além de garantir maior estabilidade em estradas secas, essa novidade reduz significativamente a quantidade de água espirrada no pneu traseiro, aumentando a sua aderência em uma superfície molhada.

TANQUE REPOSICIONADO

A parte superior do abrigo do tanque de combustível foi realocada para uma posição inferior que permite ao piloto se aproximar ainda mais da motocicleta nas várias posturas que precisará realizar. Essa mudança garante o desempenho da bolha frontal, deixando a posição de pilotagem mais agressiva e diminuindo a resistência do ar no decorrer da pilotagem.

MODOS DE PILOTAGEM

A nova CBR 1000RR-R oferece três modos de pilotagem, que mudam o comportamento do motor para maior performance. Estes modos oferecem formas diferentes de combinar as configurações de potência, freio motor e nível de interferência do controle de torque (HSTC) para melhor ajustar a motocicleta às situações de pista.

SMART KEY

A chave inteligente Smart Key permite a partida da motocicleta sem a necessidade de inserir a chave da motocicleta. Além de oferecer mais comodidade, este item também possibilita uma postura ainda mais agressiva do piloto, que tem o caminho livre para se debruçar sobre o tanque.

CONTROLE DE TORQUE HSTC

O sistema Honda Selectable Torque Controle (HSTC) foi desenvolvido e otimizado para limitar eletronicamente o deslizamento da roda traseira, proporcionando a tração ideal para a pilotagem em circuitos. A todo momento, sensores monitoram a velocidade da roda e intervêm para controlar o torque em tempo real, evitando as perdas de aderência.

CONTROLE DE LARGADA

O controle de largada (Star Mode) foi desenvolvido especialmente para as pistas de corrida. Ele permite limitar as rpm do motor 6.000, 7.000, 8.000 ou 9.000 rpm, mesmo com o acelerador acionado ao máximo, permitindo ao piloto focar apenas na liberação da embreagem para uma largada mais rápida.

MODOS DOS FREIOS ABS

O sistema ABS da nova CBR 1000RR-R permite ao piloto selecionar entre o modo SPORTS, que oferece alto poder de frenagem com menos trancos para uma tocada esportiva em estradas ou o modo TRACK, que entrega performance de frenagem meticulosamente medida para as altas velocidades e frenagens bruscas comuns durante uma corrida ou track-day.

Especificações Técnicas

Tipo: DOHC, 4 cilindros, 4 tempos, arrefecimento líquido
Cilindrada: 1.000 cc
Potência Máxima: 216,2 cv a 14.500 rpm
Torque Máximo: 11,5 kgf.m a 12.500 rpm
Transmissão: 6 velocidades com quickshifter
Sistema de Partida: Elétrico
Diâmetro x Curso: 81,0 x 48,5 mm
Relação de Compressão: 13.2 : 1
Sistema Alimentação: Injeção Eletrônica PGM-FI
Combustível: Gasolina

Ignição: Eletrônica
Bateria: 12V – 2 Ah
Farol: Full LED

Tanque de Combustível: 16,1 litros

Comprimento x Largura x Altura: 2.100 x 745 x 1.140 mm
Distância entre eixos: 1.455 mm
Distância mínima do solo: 115 mm
Altura do assento: 830 mm
Peso Seco: 189 kg

Tipo: Diamond Frame
Suspensão Dianteira/Curso: Garfo Telescópico Ohlins NPX S-EC 125 / 114mm
Suspensão Traseira/Curso: Pro-Link Ohlins TTX36 S-EC swingarm 66 / 143mm
Freio Dianteiro/Diâmetro: Disco Duplo Flutuante Radial (Brembo) / 330 mm (ABS)
Freio Traseiro/Diâmetro: Disco Simples / 220 mm (ABS)
Pneu Dianteiro: 120/70 – ZR17M/C (58W)
Pneu Traseiro: 200/55 – ZR17M/C (73W)

AVISO
A Moto BH informa que têm sido identificadas diversas fraudes envolvendo a marca (websites, redes sociais, e-commerce, centrais telefônicas, dentre outros), divulgando falsas promoções e ofertas de nossos produtos, tentando enganar os consumidores. Para saber mais clique aqui. Usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tais condições.